terça-feira, 12 de junho de 2012

Mudanças, by George Harrison


No documentário Living in the Material World: George Harrison, de Martin Scorsese, George fala sobre mudança, e fiquei com essas palavras na cabeça, grande George:


"As pessoas dizem que sou o Beatle que mais mudou.
Mas na verdade é como eu vejo a vida.
A não ser que você esteja consciente de Deus,
você tem que mudar, porque é um desperdício de tempo.
Todo mundo é tão limitado e tão inútil 
quando você pensa nas suas próprias limitações.
E tudo isso é para ser mudado, tentar fazer tudo cada vez melhor.
É disso que se trata o mundo físico, mudança."

E depois dessas palavras no documentário começa a tocar All Things Must Pass, música escrita nos tempos dos Beatles, que não foi usada em Let it be, e acabou parando no primeiro disco solo de George, All Things Must Pass, só considerado o melhor disco de um Beatle em carreira solo, de acordo.


All Things Must Pass
Sunrise doesn't last all morning

A cloudburst doesn't last all day
Seems my love is up
And has left you with no warning
But it's not always going to be this grey

All things must pass, all things must pass away


Sunset doesn't last all evening

A mind can blow those clouds away
After all this my love is up
And must be leaving
It has not always been this grey

All things must pass, all things must pass away


All things must pass
None of life's strings can last
So I must be on my way
And face another day

Now the darkness only stays at nighttime
In the morning it will fade away
Daylight is good
At arriving at the right time
It's not always going to be this grey

All things must pass, all things must pass away
All things must pass, all things must pass away


É sacanagem do Scorsese nesse documentário, "quase" choro nos depoimentos finais do Ringo e do Paul, e da Olivia e do Dhani...
E fica a dica para quem quer usar 4 horas para saber mais sobre esse grande gênio da música e da guitarra:  Living in the Material World: George Harrison. E tem também o livro por Olivia Harrison, com fotografias, cartas, histórias...

Um comentário:

  1. Não vejo a hora de ter o meus nas minhas mãos!!!
    Só na espera...

    ResponderExcluir